Vereadores apoiam ampliação do efetivo do 5° Batalhão de Bombeiro Militar

Zé Dambrós foi um dos autores da moção 19/2021 que vai ao encontro com a necessidade de reabertura do Quartel de Bombeiros da Zona Norte de Caxias do Sul

O Quartel de Bombeiros da Zona Norte de Caxias do Sul tem sido assunto constante no Legislativo caxiense, seja em reuniões e sessões, ou pela Frente Parlamentar que debate a reabertura do espaço. Na plenária de hoje (17/06), o tema retornou à pauta com a moção 19/2021, que foi aprovada por unanimidade. A moção apoia a ampliação do efetivo do 5º Batalhão de Bombeiro Militar do Rio Grande do Sul (CBMRS). O documento é de autoria coletiva dos vereadores que integram a frente.

É destacado na moção que o 5° CBMRS, que tem sede em Caxias do Sul, atende não só até os limites de Caxias, e sim demais municípios da região, com uma população total estimada em 860 mil habitantes. Hoje, Caxias conta com apenas quatro quarteis, porém, dois deles funcionam apenas um turno, alternadamente.

O quartel da Zona Norte, localizado no bairro Pôr do Sol, às margens da RSC-453, está desativado desde 2016. Quando inaugurado em 2011, o espaço recebeu o investimento de R$ 550 mil oriundos do orçamento do município e do Fundo de Reequipamento do Corpo de Bombeiros (Funrebom). A comunidade teve participação no processo de construção e abertura da instituição. Enquanto esteve em funcionamento, mais de 100 mil habitantes foram atendidos pelo quartel. Segundo a moção, isso representava cerca de 30% das ocorrências de incêndios de Caxias.

Na época em que o quartel da Zona Norte foi fechado pelo comando do 5° CMBRS, a justificativa dada foi a da falta de efetivo. De lá para cá, depredações e vandalismo do prédio se tornaram constantes. Mais recentemente, até o telhado do espaço foi furtado. A Frente Parlamentar encaminhou ofício para as forças de segurança solicitando que fossem intensificadas as rondas ostensivas no local.

Ao defender a moção, o vereador Zé Dambrós/PSB afirmou que o debate sobre o tema precisa ser forte e não pode ser esquecido. “[o quartel] É uma necessidade pelo tamanho de Caxias e por todos os municípios que recebem os serviços do 5° Comando”, afirmou. Estela Balardin/PT relembrou um incêndio que aconteceu no bairro Serrano na semana passada. Para a petista, a reabertura do quartel dará segurança para os moradores da região.

Integrante da Frente Parlamentar, o vereador Clovis Xuxa/PTB trouxe à discussão uma ação feita no final de semana passado, quando, com a participação de vereadores e pessoas da comunidade, ocorreu um mutirão de limpeza no terreno. Xuxa cobrou união de forças dos poderes municipais e estaduais para viabilizar a reabertura. Renato Oliveira/PCdoB se demonstrou preocupado com entraves para a volta do quartel e defendeu que os investimentos em reformas devam ser priorizados. Para o vereador, não há valor que substitua uma vida perdida em um incêndio. Adriano Bressan/PTB, Juliano Valim/PSD e Olmir Cadore/PSDB também se manifestaram.

A moção será encaminhada ao comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (RS), coronel César Eduardo Bonfanti, ao comandante do 5º Batalhão de Bombeiro Militar do RS, tenente-coronel Julimar Fortes Pinheiro, ao secretário estadual de Segurança Pública do RS e vice-governador, Ranolfo Vieira Júnior, e aos deputados estaduais Carlos Búrigo/MDB, Neri Andrade Pereira Júnior/Solidariedade e Pepe Vargas/PT.

Fonte: Câmara Caxias do Sul

dambro h