Beltrão encaminha indicação para evitar aglomerações irregulares

Vereador do PSB solicita maior fiscalização e instalação de placas de sinalização para coibir perturbação do sossego de moradores do bairro Petrópolis

s frequentes aglomerações de jovens no período noturno no entorno de bares situados no bairro Petrópolis – especialmente na Rua Francisco Getúlio Vargas, nas proximidades da Universidade de Caxias do Sul (UCS) – têm preocupado os moradores da região. As algazarras em período noturno durante um período de isolamento social foram tema de uma reunião realizada na tarde desta quarta-feira, intermediada pelo vereador Rodrigo Beltrão/PSB, teve a presença do secretário Municipal de Urbanismo (SMU), João Uez, o diretor de fiscalização Rodrigo Lazzarotto, o capitão do 12º BPM Jorge Mascarin e o presidente da Associação de Moradores (AMOB) do bairro Petrópolis, Tales Boff Sausen.

No encontro, foram discutidas iniciativas entre Câmara de Vereadores, prefeitura e Brigada Militar para intensificar a fiscalização de perturbação do sossego e combate à aglomerações irregulares na região. Nesta quinta-feira (01/10), Beltrão vai encaminhar uma indicação à prefeitura para que sejam instaladas placas de sinalização em vias da região, além de intensificar a fiscalização da Brigada Militar e secretaria de Urbanismo (SMU).

“Essas aglomerações começaram no final do ano passado, não são estudantes, são pessoas que estacionam os veículos próximos à reitoria da UCS e ficam bebendo e fazendo algazarra, inclusive durante os dias da semana”, relata o presidente da AMOB Petrópolis, Tales Boff Sausen.

O capitão do 12º BPM, Jorge Mascarin, se comprometeu a realizar abordagens na região ao longo dos próximos dias para dispersar os jovens da área. “É um bairro sem histórico de aglomerações. Estamos realizando dispersões de festas em diversos outros pontos da cidade e da área rural, e vamos direcionar a atenção também para essa região”, destacou.

Ao final do encontro, o vereador Beltrão afirmou que vai acompanhar o andamento da situação. “Vamos continuar fiscalizando e esse diálogo com a prefeitura e Brigada Militar é fundamental para resolver demandas da comunidade como esta”, avaliou Beltrão. 

Fonte: Câmara Caxias do Sul

123